Posts com a Tag “Outubro Rosa”

No mês da conscientização e controle do câncer de mama, a gente aproveita para falar desse tema que é muito discutido aqui no Brasil, principalmente entre as mulheres. É importante lembrar que o cuidado com a doença vai além das questões de beleza, é o cuidado com o seu próprio corpo e sua saúde. Pensando nisso, criamos esse post com algumas dicas de cuidados para vocês mulheres <3

Procure um profissional de saúde
O autoexame é uma maneira importante de a mulher conhecer o próprio corpo e perceber possíveis alterações, mas, muitas vezes, o tumor não consegue ser percebido apenas através do toque. Especialmente na fase inicial – quando o nódulo tem tamanho muito reduzido e, consequentemente, a chance de cura é maior – é imprescindível a realização da mamografia para detecção da doença. Por isso, a premissa básica é: faça acompanhamento regular com um especialista, que irá avaliar clinicamente a paciente e fazer as prescrições de acordo com o seu perfil e necessidades.

Pratique atividade física
A prática de atividade física diminui em cerca de 1/3 os riscos de desenvolver câncer de mama. Pratique 30 minutos de exercício aeróbico, pelo menos três vezes na semana, ou de acordo com as suas necessidades. Procure um profissional da área para pedir orientação na escolha da atividade física e acompanhamento para ter uma prática mais adequada.

Controle a alimentação
Uma dieta equilibrada evita o sobrepeso e melhora a qualidade de vida. Alimentos industrializados, enlatados e conservados contêm agentes cancerígenos na composição e devem ser evitados. É o caso das carnes processadas, defumadas, curadas ou salgadas (carne de sol, charque e peixes salgados) e embutidos, como salsicha, linguiça, mortadela e salame.  Dê prioridade aos vegetais e coma pelo menos cinco porções ao dia de frutas, legumes e verduras. São alimentos ricos em vitaminas essenciais, sais minerais e fibras, além de substâncias antioxidantes que protegem contra a maioria dos tipos de câncer.

Não fume
O cigarro contém cerca de 4.720 substâncias tóxicas, que levam a uma série de doenças, entre elas, o câncer.  O tabagismo é considerado a principal causa de morte evitável pela Organização Mundial da Saúde (OMS) – 4,9 milhões pessoas (mais de 10 mil por dia) morrem todos os anos em decorrência do cigarro – e estima-se que 30% de todos os casos de câncer são devido ao tabagismo. Por isso, não fume e proteja-se da fumaça do cigarro. Deixar de fumar é uma das decisões mais importantes na vida de um fumante e para quem convive com quem fuma. Sempre vale a pena!

Não consuma álcool
De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o alcoolismo causa entre 2% e 4% das mortes por câncer, sendo um dos fatores de risco para o desenvolvimento de diversos tumores, incluindo o de mama, principalmente se o uso for combinado com o tabaco. Além do câncer, o consumo de álcool está associado a mais de 200 tipos de doenças, entre cardiovasculares, mentais e hepáticas. Reduzir a frequência do consumo pode diminuir as chances de desenvolver a doença, mas a escolha mais saudável é não beber ou evitar ao máximo a ingestão de bebidas alcoólicas.

Fonte: www.cancer.org.br

TAGS:  ,

COMPARTILHE

Estamos em outubro e muito se escuta sobre o Outubro Rosa, mas afinal, você sabe qual o objetivo desta campanha que envolve pessoas, instituições privadas e públicas do mundo inteiro?

O Outubro Rosa tem como objetivo conscientizar mulheres de todo o mundo sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do Câncer de Mama.

Separamos as 5 principais dúvidas¹ sobre o Câncer de Mama:

1. Quais são as principais causas do Câncer de Mama?

Entre os muitos fatores, os principais são: idade (maioria dos casos são diagnosticados após os 40 anos), qualidade de vida,  histórico familiar, fatores hormonais.

2. O câncer de mama é hereditário?

O câncer de mama pode ser hereditário, porém somente 5% dos casos estão relacionados a esse fator. Deve-se desconfiar de câncer hereditário quando existem várias pessoas da mesma família com câncer de mama, ovários, intestino, pâncreas, próstata, dentre outros e acometimento de pessoas em idade mais jovem.

3. Qual o melhor exame para diagnosticar o câncer de mama?

O melhor exame para o diagnóstico de câncer de mama é a mamografia bilateral. A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda que esse exame seja iniciado a partir dos 40 anos com frequência anual. Em pacientes de alto risco esse exame deve ser iniciado a partir dos 35 anos.

4. Quais os principais sintomas?

A doença pode mostrar diversos sinais como vermelhidão, inchaço, coceira, ferida, saída de sangue ou água cristalina pelo bico da mama e presença de algum caroço. Dor em geral aparece em casos mais avançados do câncer. Os caroços encontrados na mama são em sua maioria benignos, isto é, não são câncer.

5. O câncer de mama tem cura?

Sim! Hoje em dia com os variados tipos de cirurgia, avanço da radioterapia, da quimioterapia e da hormonioterapia a cura é uma realidade. Quando descoberto em fase inicial (até 1 cm), existe mais de 90% de chances de cura. Por isso, o a mais importante prevenção é o diagnóstico precoce: quanto antes for descoberto o câncer, maiores são as chances de curá-lo.

Caso tenha mais dúvidas, acesse sites de confiança como o INCA (Instituto Nacional do Câncer) ou procure um mastologista.

Separamos algumas sugestões de looks para entrar no clima na conscientização da prevenção e vestir – além do rosa – o amor por você mesma.

Ideias para montar seus looks para o Outubro Rosa

Ideias para montar seus looks para o Outubro Rosa

 

 

 

 

 

¹ Fonte: Setoque.org

TAGS:  , , ,

COMPARTILHE


Certificações

MARCA DO GRUPO ROVITEX | AV. MARIA MARANGONI, 391 - DOM BOSCO - LUIZ ALVES - SC | FONE: (47)3377 8000 | YS